segunda-feira, Julho 02, 2012

Principal partido da oposição vence eleições municipais em Cabo Verde

Praia - O Movimento para a Democracia (MpD), o principal partido da oposição parlamentar em Cabo Verde, ganhou as eleições autárquicas de domingo no arquipélago, ao vencer em 14 das 22 edilidades em disputa, mais duas do que no escrutínio de 2008, soube a PANA na cidade da Praia de fonte oficial.


Os resultados oficiais provisórios das eleições para a escolha dos órgãos do poder autárquico (Assembleia e Câmara Municipais) indicam que o Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), no poder desde 2001, obteve a vitória nas restantes oito circunscrições, quando antes governava em 11 autarquias.

Segundo os resultados divulgados pela Direção Geral de Apoio ao Processo Eleitoral (DGAPE), o MpD conquistou ao PAICV os municípios de Paul (Santo Antão), Tarrafal de São Nicolau e Brava. O PAICV, por seu lado, tomou ao MpD a Câmara de Porto Novo (Santo Antão).

A nível nacional, o MpD obteve 46,5 porcento dos votos, contra 40,6 para o PAICV, com os restantes votos a serem distribuídos por candidaturas da União Cabo-Verdiana da Independência Democrática (UCID) e do Partido do Trabalho e da Solidariedade (PTS), bem como pelos diversos independentes oriundos dos dois maiores partidos do país.

Apenas um independente, Jorge Figueiredo, apoiado, tal como em 2008, pelo MpD, logrou vencer uma câmara na ilha do Sal.


Também apenas uma mulher foi eleita presidente de Câmara, no caso de Rosa Rocha (PAICV) que arrebatou a edilidade de Porto Novo de Santo Antão a Amadeu Cruz (MpD).

O MpD mantém as Câmaras da cidade da Praia (com maioria absoluta), São Vicente, Santa Catarina de Santiago, Sal (apoiando a recandidatura do independente Jorge Figueiredo), Boavista, Maio, São Domingos, São Miguel e Tarrafal de Santiago.

O PAICV, por seu lado, para além de ter conquistado Porto Novo de Santo Antão, manteve as Câmaras da Ribeira Brava de São Nicolau, São Salvador do Mundo, Santa Cruz, São Lourenço dos Órgãos (estas três últimas na ilha de Santiago), além dos três municípios do Fogo - São Filipe, Mosteiros e Santa Catarina.

Fonte: Africa 21 -  02.07.2012

Sem comentários: