quarta-feira, Março 21, 2012

GOVERNO REÚNE-SE COM ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO DOS "GREVISTAS"

(AIM) - O Governo moçambicano, através do Instituto de Bolsas de Estudo do Ministério da Educação (MINED) reúne-se na quinta-feira da semana corrente com os pais e encarregados de educação dos moçambicanos que se encontram a estudar como bolseiros na Argélia.

Segundo uma nota de imprensa enviada à redacção da AIM, o encontro será com os pais e/ou encarregados de educação residentes nas cidade de Maputo e Matola.
A nota não refere a agenda do encontro, porém, depreende-se que o mesmo será uma oportunidade para prestar esclarecimentos sobre a situação dos estudantes bolseiros que se encontram na Argélia, na sequência das reivindicações dos mesmos.
Actualmente, um grupo de 80 estudantes moçambicanos encontra-se em greve pelo terceiro dia consecutivo, em Argel, capital argelina, reivindicando o pagamento de sua bolsa fixada em 150 dólares mensais.

Os estudantes argumentam que no final do ano passado tiveram um encontro com o responsável do Instituto de Bolsas de Estudo de Moçambique, onde foram expostas várias preocupações que ainda não foram resolvidas.

Os estudantes explicaram que decidiram enveredar pela greve devido a falta de resolução dos seus problemas e atrasos no pagamento de suas bolsas e garantem que vão continuar a manifestar-se até verem as suas preocupações satisfeitas.

Durante as manifestações, os estudantes invadiram as instalações da embaixada de Moçambique na Argélia, tendo sido necessário a intervenção da polícia para a sua retirada.

Segundo, o Ministério da Educação, o pagamento das bolsas é da inteira responsabilidade do governo da Argélia, contudo, garante que o executivo moçambicano vai fazer tudo no sentido de resolver o problema.
(AIM)
FTA/SG
Fonte: AIM - 21.03.2012

2 comentários:

Vitor MATIAS disse...

Boa noite. Sou jornalista em Paris, e preciso falar com um estudante moçambicano em Argel, para dar voz ao vosso movimento, na Radio França Internacional. Obrigado.

Reflectindo disse...

Caro Vitor

Desculpe-me, só agora vi o seu comentário. Recomendo-o a contactar o Canal de Mocambique para ter contacto com aqueles estudantes.
Vou anunciar o seu desejo no facebook.

Abraco.