quinta-feira, abril 21, 2016

ANTIGA EMBAIXADORA MOÇAMBICANA ACUSADA DE PRÁTICA DE CRIMES

O Gabinete Central de Combate à Corrupção acusou, esta semana, uma agente do Estado afecta ao Ministério dos Negócios Estrangeiros e Cooperação de prática de crimes de peculato, abuso de cargo e branqueamento de capitais.
Trata-se de uma antiga dirigente de uma missão diplomática num país do continente americano que, na qualidade de embaixadora extraordinária e plenipotenciária, apoderou-se de cerca de quatrocentos e noventa e seis mil dólares, o equivalente a pouco mais de dezasseis milhões de meticais, ao câmbio da ocorrência dos factos.

Um comunicado recebido na nossa Redacção, indica que para lograr os seus intentos, a acusada ordenou, entre 2009 a 20015, a emissão de cheques a seu favor, alegadamente para efectuar pagamentos referentes a obras de reabilitação da residência oficial e compra de bens para o funcionamento da missão.
O documento adianta que a acusada ordenava igualmente reembolsos com base em cotações de passagens aéreas, sem que tivesse realizado tais deslocações.
Com parte desses fundos transferidos para Moçambique, a antiga embaixadora adquiriu um imóvel na cidade de Maputo, tendo-o registado em nome de um parente.
(RM)

Fonte: Rádio Mocambique – 21.04.2016

2 comentários:

Anónimo disse...

So corruptos

Bernardino Jone disse...

Lamento bastante pelo nosso país, moçambique esta péssimo.